Atualidade, Atualidades, Saúde

Pelos encravados: como cuidar?

E aqui estamos mais uma vez falando em pelos (hahaha) – sei que a mulherada vai amar as dicas. Bem, que mulher nunca sofreu com aqueles pelinhos indesejados, seja nas pernas, virilhas ou axilas? Mas isso é algo normal, nada que um bom método de depilação não resolva. A situação fica complicada quando começam a surgir pelos encravados, causando aparência desagradável em determinada parte da pele e muitas vezes até dor.

Além de não serem nada bonitos, os pelos ainda podem infeccionar ou causar dermatites (inflamações na pele). Para livrar-se deles a grande maioria das mulheres recorrem as lâminas, afinal, fazer depilação com ela é mais prática e barato, porém, esse método pode ser até o fator causador dos pelos encravados em sua pele, porque, de acordo com a frequência, a haste do fio tende a alargar e ter dificuldade de romper a pele, se encurvando embaixo dela e consequentemente encravando. Conversamos um pouco com profissionais do Instituto de depilação Pello Menos sobre o assunto e nos foram passadas algumas dicas que vamos compartilhar com vocês para evitar esse probleminha.

pellomenosmarianaéruiva

Segundo Ivonete Andrade, depiladora e técnica em fotodepilação no instituto, devemos manter a pele hidratada com creme ou óleo ao menos duas vezes ao dia, acompanhada de esfoliações durante a semana com óleo de amêndoas e açúcar, em movimentos circulares: caso você já tenha os pelinhos encravados deve fazer esse procedimento 3 vezes, já no caso de evitar que eles apareçam, duas são suficientes. A esfoliação deve ser feita 3 dias antes ou depois da depilação – nada de ficar fazendo todos os dias, hein!?

Atualidades

MAC abriga primeira exposição de estudante da UEPB

Já se foi o tempo em que trabalhos de conclusão de curso eram tidos apenas como um processo burocrático de avaliação final de uma graduação. Principalmente para quem se forma nas áreas de artes e comunicação, os chamados TCC’s ganham cada vez mais características que exploram a criatividade do aluno, além de se tornarem tendência entre os profissionais que acabam de sair da universidade. Tendo esse pensamento como norteador, o artista visual Everton David apresenta nesta quinta-feira, 27, às 16hrs no MAC (Museu de Artes Assis Chateaubriand) da UEPB, a exposição intitulada O que permanece comigo. Concluinte do curso de Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela UEPB, Everton se torna o primeiro aluno da Instituição a expor seu TCC nesse que é um dos mais importantes museus do Estado.

No evento de abertura também haverá a defesa pública do trabalho, que marca um momento importante da carreira do artista. Everton David é natural de Arara no agreste paraibano, e seu trabalho se desenvolve na poética de memória e sentimento, em que busca discutir inquietações pessoais retratando-as no campo da visualidade. “Neste trabalho procurei mergulhar o espectador numa poética de memórias autobiográficas de infância, permeadas por simbolismos e sentimentos. Fazendo emergir de documentos pessoais lembranças particulares, hora tonalizadas numa aquarela azul sobre uma fotografia, hora através de colagens e objetos eletrônicos que dão formas e cores ao passado”, descreve.

Memórias-aguadas#3_2014_Aquarela-difgitalizada-sobre-fotografia-impressa-em-papel-Hahnemühle-Matt

A professora Agda Aquino, orientadora e também curadora da exposição, destaca a importância de trabalhos como esse: “a academia deve assumir para si o papel de fomentar a cultura e arte, e trabalhos como esse devem ser estimulados. É realmente uma honra para mim participar disso.” A exposição explora diferentes linguagens das artes visuais, como fotografia, pintura, colagens, objeto, instalações e desenho. “Entre estudos de cores, linhas que reconstroem jogos eletrônicos, fotografias de arquivo aquareladas, documentos que recontam o passado, é possível encontrar aquela busca constante em cada um de nós. Everton David não é necessariamente do tipo saudosista, mas sabe que saudade dá o tom de suas obras. Ele é do tipo que busca no passado as respostas mais complexas e simples sobre si mesmo”, ressalta a curadora.

No contexto em que a academia se aproxima do mercado de trabalho e seguindo exemplos de inovação e empreendedorismo no aspecto de auto-promoção, trocar a monografia por trabalhos que envolvem a capacidade de criar conteúdo que extrapole os limites do mundo acadêmico, pode ser a melhor jogada para se firmar no mercado de trabalho. A exposição O que permanece comigo fica em cartaz até março de 2015 no MAC, localizado na João Lélis, 581, no bairro do Catolé, em Campina Grande. Aberto de segunda à sexta das 13h30 às 19h, com entrada gratuita.

O QUE PERMANECE COMIGO-FLYER

Atualidade, Atualidades, Saúde

Toxinas x Sucos Detox

Rotina, correria do dia a dia e má alimentação: assim acabamos expondo nosso corpo a sérias consequências, arriscando o pleno funcionamento do organismo, como é o caso dos altos níveis de toxinas presentes em nosso corpo, que se dão pelo contato diário com agrotóxicos, medicamentos e até com ar que respiramos – sem falar nas que produzidas naturalmente. Mas afinal, o que são essas tais TOXINAS?!

Elas são simplesmente o resultado final do metabolismo, resíduos de substâncias ingeridas diariamente e que devem ser eliminados constantemente. Um procedimento bastante recomendado por nutricionistas para esse fim é a desintoxicação com sucos, intimamente chamados de sucos detox. Diferentemente do que muitos pensam, eles não têm nada de modismo e são realmente eficazes quando o assunto é limpeza das toxinas.

Nossa desafiada no Projeto Verão Lis é adepta dos sucos, tratamento indicado pela Nutriclin, e relata que são impressionantes os resultados, além de saborosos e 100% naturais. Segundo Manuela Oliveira, esteticista da Clínica Fisioderme e representante da marca em Campina Grande, além de eliminar as toxinas, os sucos aceleram o metabolismo e aumentam a imunidade, ou seja, são grandes aliados neste processo de emagrecimento.

mariéruiva

Composto por ingredientes naturais, frescos e ricos em fibras, tais sucos, unidos ao fígado, filtram e eliminam as substâncias nocivas. Essa capacidade se dá pelo rico valor nutricional, aproximando-se das seis porções de frutas e hortaliças, quantidade média recomendada por profissionais para uma dieta balanceada.

Atualidade, Atualidades, Comportamento, Cultura, Festas

8ª edição do Encontro da Música Regional de Raiz

Entre os dias 24 e 30 de novembro Campina Grande irá se tornar palco das mais diversas manifestações culturais. O Encontro da Música Regional de Raiz tem como objetivo resgatar e fortalecer as tradições orais e escritas que fazem parte das culturas locais e regionais de nosso país. As apresentações são abertas ao público e acontecerão na Praça da Bandeira, Vila do Artesão e Feira da Prata.

Diversas atrações do nordeste, trabalhando com a linguagem da tradição oral e escrita, irão se apresentar e mostrar o trabalho realizado com os mais diversos gêneros musicais. Além das apresentações musicais a programação do VIII Encontro da Música Regional de Raiz, conta com a realização da oficina de Sonorização, que acontece do dia 24 a 28 de novembro, de 14h às 18h e será ministrada por André Victor. A oficina será realizada na Unidade Sesc Centro em Campina Grande, e as inscrições podem ser feitas mediante a doação de 1kg de alimento não perecível.

O VIII Encontro de Música Regional de Raiz tem como objetivo preservar e difundir as expressões artísticas que tanto contribuíram e ainda ajudam na construção das identidades culturais do povo brasileiro. O projeto é uma realização do Sesc Paraíba em parceria o Departamento Nacional do Sesc. Para mais informações, os interessados podem entrar em contato pelo telefone (83) 3341-5800 ou pelo e-mail culturasesccg@gmail.com.

Confira toda a programação:

BANNER ENCONTRO DE RAIZ FLYER PROGRAMAÇÃO alterado

Atualidades

Faça você mesmo: #cases

Hoje em dia todo mundo anda grudado no celular, eles são quase uma extensão do corpo de muita gente, e não à toa, vemos tantas cases de cores e estampas diferentes por onde passamos. Elas sempre chamam a atenção por serem chamativas e criativas, dão um toque a mais no celular e refletem gosto e personalidade de quem as usam.

Além de proteger o aparelho de arranhões e quedas, elas são moda e unem-se a roupas, bolsas, entre outros, num look perfeito. Personalizar o celular com uma capa diferente do tradicional e discreto silicone preto é uma realidade. Afinal, quem não gosta de ter algo exclusivo? (hahaha)

capinha de celular

(Foto: Google Imagens)

Para dar uma forcinha a sua criatividade vamos dar alguns passos de como customizar sua case usando apenas esmaltes – isso mesmo, e-s-m-a-l-t-e! Inspire-se!

O que você vai precisar?

Esmaltes, uma capa para celular branca ou sem estampas, papel toalha.

como_fazer_Erikinha